5 contos de Edgar Allan Poe que também poderiam virar série na Netflix

A Netflix acaba de anunciar mais uma produção ambiciosa baseada em um dos contos mais famosos do renomado escritor Edgar Allan Poe. Dessa vez, será a adaptação de “A Queda da Casa de Usher”, um dos contos mais emblemáticos do autor. Sob a direção de Mike Flanagan, conhecido por suas adaptações fiéis de livros para a tela, a série promete trazer a enigmática história para o público em oito episódios.

A Queda da Casa de Usheré uma narrativa marcada pelo suspense, pelo terror psicológico e pelos elementos sobrenaturais tão característicos de Poe. O conto acompanha a história de um narrador sem nome que, enquanto tenta provar sua sanidade ao leitor, relata o assassinato que cometeu.

Explorando temas como culpa, paranoia e a fragilidade da mente humana, a trama desperta o interesse e intriga o público ao mergulhar em ambientes sombrios e personagens misteriosos.

A data de lançamento da série está prevista para 12 de outubro de 2023, e os admiradores de Edgar Allan Poe já aguardam ansiosos para se deleitar com mais uma adaptação inspirada em sua genialidade.

A seguir, veja alguns contos e poemas escritos por Edgar Allan Poe que também podem virar adaptações da Netflix, sejam filmes ou séries, no futuro.

The Tell-Tale Heart (O Coração Revelador)

Um dos contos mais conhecidos e impactantes de Edgar Allan Poe, “The Tell-Tale Heart“, ou O Coração Revelador, é uma história aterrorizante que também poderia se transformar em uma série de sucesso na Netflix.

Lançado em 1843, o conto acompanha um narrador sem nome que tenta convencer o leitor de sua sanidade enquanto descreve o assassinato que cometeu. A narrativa mergulha em elementos de culpa, paranoia e explora a linha tênue entre horror psicológico e sobrenatural.

Com sua atmosfera intensa e personagens perturbados, “The Tell-Tale Heart” tem todos os elementos necessários para prender o público em uma trama repleta de mistérios e suspense. A adaptação televisiva poderia explorar as nuances psicológicas do narrador, além de criar uma atmosfera sombria e opressiva que remete ao estilo inconfundível de Edgar Allan Poe.

The Cask of Amontillado (O Barril de Amontillado)

Tendo sido divulgado em em 1846, “The Cask of Amontillado”, que traduzido se chama O Barril de Amontillado, é um conto repleto de intrigas e vingança que cativaria os assinantes da Netflix.

A trama segue Montresor em sua busca por vingança contra seu amigo Fortunato, que o teria insultado. Ao atrair Fortunato para sua adega, Montresor o sela vivo dentro dela, revelando sua mente perturbada e vingativa.

Além disso, a adaptação dessa história angustiante poderia explorar os detalhes e motivações obscuras por trás das ações de Montresor, além de retratar a relação complexa entre ele e Fortunato.

O conto permite diversas interpretações e oferece um palco perfeito para um suspense psicológico arrepiante e cheio de reviravoltas, componentes fundamentais para engajar o público na trama.

The Pit and the Pendulum (O Poço e o Pêndulo)

Situado durante a Inquisição Espanhola, “The Pit and the Pendulum”, também conhecido como O Poço e o Pêndulo, é um dos contos mais angustiantes de Edgar Allan Poe.

Publicado em 1842, a história narra os tormentos sofridos por um prisioneiro enquanto ele descreve detalhadamente sua terrível experiência de tortura. A história cria um suspense palpável e um sentimento de medo ao explorar o terror físico vivenciado pelo protagonista.

A série baseada nesse conto poderia explorar não apenas a cena apavorante narrada por Poe, mas também os elementos sensoriais e a sensação de realidade vivenciada pelo personagem.

Portanto, ao trazer essa trama repleta de angústia e desespero para a tela, a Netflix certamente conquistaria fãs apaixonados por histórias macabras e emocionantes.

The Masque of the Red Death (A Máscara da Morte Rubra)

Lançado em 1842, “The Masque of the Red Death”, ou em português, A Máscara da Morte Rubra, é um conto que analisa a inevitabilidade da morte de forma aterradora e envolvente.

A história acompanha o Príncipe Prospero e seus esforços para escapar de uma praga mortal, conhecida como a Morte Vermelha. O príncipe se refugia em sua abadia, onde organiza uma festa de máscaras para se proteger do mundo exterior.

Durante o conto, uma figura misteriosa vestida como uma vítima da Morte Vermelha aparece durante a festa, percorrendo as diferentes salas em uma atmosfera de suspense e inquietação.

A adaptação dessa narrativa ofereceria um cenário visualmente atraente, cheio de simbolismos e interpretações, além de trazer reflexões profundas sobre a mortalidade humana.

The Murders in the Rue Morgue (Os Assassinatos da Rua Morgue)

Por fim, considerado o primeiro conto moderno de detetive, “The Murders in the Rue Morgue”, que no Brasil é conhecido como Os Assassinatos da Rua Morgue, é um clássico que poderia se transformar em uma série de investigação intrigante. Publicado em 1841, o conto apresenta C. Auguste Dupin, que soluciona o mistério do brutal assassinato de duas mulheres.

A história estabelece características que se tornaram convenções nos detetives ficcionais subsequentes, como Sherlock Holmes, mostrando a lógica dedutiva e uma revelação final antes da explicação que a antecede.

Uma adaptação televisiva poderia explorar não apenas a astúcia e a inteligência do detetive Dupin, mas também a resolução de crimes complexos e cheios de reviravoltas, mantendo o público em constante suspense.

Gostou de ler? Pois aproveite e confira também:
Que horas ‘A Queda da Casa de Usher’ estreia na Netflix?

Eduardo PeresRedator da WebGo desde 2022. Gosta bastante de filmes de ação, aventura, terror e guerra, além de documentários sobre história.Gosta de passar o tempo se divertindo com jogos de simulação e estratégia ou assistindo conteúdo aleatório (preferencialmente de humor) no YouTube.
Veja mais ›
Fechar