Série do Lanterna Verde da HBO Max pode ser mais sombria que o previsto

Série do Lanterna Verde da HBO Max pode ser mais sombria que o previsto (Imagem: Reprodução/DC Comics)
Série do Lanterna Verde da HBO Max pode ser mais sombria que o previsto (Imagem: Reprodução/DC Comics)

A série live-action do Lanterna Verde exclusiva da HBO Max, atualmente em desenvolvimento, pode ser bem mais sombria do que imaginávamos. Ao menos é o que sugere um relatório exclusivo do portal The Illuminerdi, que supostamente obteve a informação de fontes internas associadas à produção.

De acordo com o relatório, a série Lanterna Verde terá um tom semelhante a Watchmen, sendo muito mais sombria, séria e realista do que as primeiras revelações a respeito dela deram a entender.

O que não é algo difícil de se imaginar. Afinal, os quadrinhos da DC Comics, que certamente servirão de fio condutor para a equipe de roteirista da série, possuem personagens complexos e tratam de questões pesadas como intolerância, racismo e homofobia.

Alan Scott, por exemplo, interpretado por Jeremy Irvine, reprime sua homossexualidade por viver em uma sociedade homofóbica. Já a nova lanterna, Bree Jarta, que será parceira de Guy Gardner (Finn Wittrock), é metade humana e metade alienígena, e o fato de ela ser uma alienígena negra pode desencadear na série uma discussão sobre o racismo e a xenofobia da sociedade americana.

Ainda não há previsão de quando Lanterna Verde vai estrear, mas espera-se que ela seja exclusiva da HBO Max e que as gravações comecem ainda neste ano. O piloto e outros episódios serão dirigidos por Lee Toland Krieger, enquanto Seth Grahame-Smith ocupará o posto de showrunner da série.

Gostou dessa notícia? Pois aproveite e confira também:
The Batman | Trailer do filme com Robert Pattinson é divulgado pela Warner; assista!

Fonte: The Iluminerdi

Alexandre Garcia PeresEditor do Sobre Sagas e Analista de SEO da WebGo/Content. Raramente ri com filmes e prefere muito mais um dramão. Sempre conta os dias pelos próximos filmes do Tarantino, da Pixar e do Studio Ghibli e frequentemente reassiste os mesmos filmes na dúvida do que assistir.Pela formação em Letras, tem pavor de adaptações ruins de livros e sente um leve prazer ao assistir filmes muito ruins, especialmente os que passam na TV aberta. No tempo livre, gosta de tocar violão/guitarra, jogar videogame e brincar com um dos seus 12 gatos.
Veja mais ›
Fechar